Os fortes que protegem o Rio de Janeiro

Que tal passar uma tarde em um local histórico, com uma paisagem de tirar o fôlego e, ainda de quebra,  pertinho ou dentro da cidade? Este final de semana resolvemos explorar os fortes abertos a visitação da Cidade do Rio de Janeiro e arredores. Você não precisa visitá-los todos de uma vez (eu também não fui a todos), mas vale a pena incluir algum deles no seu roteiro de final de semana ( se você mora no Rio)  ou roteiro turístico se estiver na cidade a passeio.

O Rio de Janeiro foi capital colonial a partir de 1703 e ainda recebeu a família real durante um importante período da nossa história. Por esta razão, a região litorânea recebeu uma série de fortificações para proteger a cidade de invasões. Construídos em posições estratégicas, os fortes começaram a ser construídos em 1555 na entrada da Baia de Guanabara.  Dos 40 fortes existentes no Brasil, 12 dos mais importantes estão localizados na região. Alguns deles estão abertos a visitação. Conhecer estas fortalezas nos ajuda a resgatar um pouco da história do Rio e também do País, pois elas foram palco de vários momentos importantes. Além de passeio cultural, a visita aos fortes também oferece um visão diferente e privilegiada da cidade e suas belezas naturais, o que torna o programa imperdível.

Forte de Copacabana

Este é um passeio com muitas atrações. Localizado no final da Praia de Copacabana (posto 6), este foi o último forte construído no Rio de Janeiro.  Foi inaugurado pelo Marechal Hermes da Fonseca em 1914. Entrou para a História com a Revolta dos Tenentes, quando um grupo de militares organizou um levante contra o governo de Epitácio Pessoa. Em 1987 o Forte passou a ser sede do Museu Histórico do Exército.

Desde então, o local é aberto à visitação pública e é freqüentado por turistas e moradores da cidade. As crianças ficam fascinadas com o museu e os canhões a céu aberto, além da privilegiada vista para a praia de Copacabana, Arpoador e para a entrada da Baía de Guanabara.

As instalações do Forte são palco de várias atrações culturais para todas as idades e volta e meia eles  organizam programações infantis. Grupos de escolas e de turismo podem solicitar visitas guiadas e bilíngües. Consulte o site.

Para dar uma pausa relaxante, faça um lanche na filial da tradicional Confeitaria Colombo. Prefira uma mesa no lado de fora, para vocês aproveitarem o visual do mar de Copacabana, enquanto saboreiam as delicias que já eram servidas na matriz da Confeitaria na época  de inauguração do Forte.

Há pelo menos um ano, foi inaugurado no local o Café 18 do Forte, que também tem uma variedade de lanches e guloseimas que vão encantar a garotada.

Endereço: Praça Coronel Eugênio Franco nº 1 – Posto 6/ Copacabana

Horário: Terça a Domingo de 10h a 18h

 

Fortalezas de Santa Cruz, Imbuhy, Rio Branco, do Pico, São Luís e Gragoatá ( Niterói)

Este é um passeio para o dia inteiro. Aproveite que vai se aventurar pelo outro lado da ponte e faça um caminho longo, passando pela Orla Niemeyer. O caminho vai margeando a Baía de Guanabara e nele você vai encontrar , além das obras do famoso arquiteto (a principal é o MAC – Museu de Arte Contemporânea), uma série de pontos para admirar a paisagem deslumbrante. Neste caminho você passará também pelo Forte de Gragoatá. este eu nunca visitei, por que as grandes estrelas deste passeio são as fortalezas que ficam mais afastadas no final do caminho.

A Fortaleza de Santa Cruz é localizada no bairro de Jurujuba e foi uma das   primeiras a ser construída. A construção é anterior a fundação da cidade do Rio de Janeiro. As primeiras obras foram iniciadas em 1555 e o forte foi inaugurado em 1567.  Situado na entrada da baía de Guanabara, se transformou no principal ponto de defesa da cidade no período Colonial e republicano. As instalações também foram usadas como presídio. Personagens importantes da nossa história estiveram presos na Fortaleza, dentre eles Tiradentes; Bento Gonçalves, Giuseppe Garibaldi; Plínio Salgado; José Bonifácio; Euclides da Cunha; o Capitão Juarez Távora e o Brigadeiro Eduardo Gomes.

Hoje, a Fortaleza ainda abriga algumas operações do exército brasileiro.  Por isso, as visitas só podem ser feitas acompanhada de um guia do exército e algumas partes são interditadas á visitação.

A visita guiada dura aproximadamente 1 hora. As crianças aproveitam bastante a visita e ficam encantadas com os canhões, as celas e a vista privilegiada para a Baía de Guanabara e Rio de Janeiro. Depois do passeio, você pode fazer um lanche ou um piquenique improvisado nos jardins da entrada do forte, onde alguns canhões fazem a alegria dos pequenos. O local tem uma pequena lanchonete e loja de suvenir.

Siga para uma vista aos fortes do Pico e São Luís. O Forte do Imbuhy não pode ser visitado e você passará pela entrada do Forte  Rio Branco para pegar uma Van que o levará pela pequena e íngreme estrada que leva aos demais fortes. Esta visita é muito interessante, por que os fortes ficam bem no alto do pico, o que nos dá uma visão 360º da paisagem da baía de Guanabara. Ao chegar na entrada do Forte São Luís, você será recepcionado por um guia que o acompanhará pelo passeio até o forte do Pico. Os guias são muito atenciosos e  repletos de fatos curiosos sobre a arquitetura e história do local. Mas se você quiser explorar o local por conta própria não há restrições.

o deixe de entrar no Museu Marechal Osvaldo Cordeiro de Farias dentro do forte do Pico. A mostra tem artefactos usados pelos soldados da FEB ( Força expedicionária brasileira ) com destaque para a bandeira do Brasil , bordada com fios de ouro, que foi hasteada pelos soldados brasileiros na tomada do Monte castelo. Gostei muito de ver as capas dos jornais da época com a s principais notícias sobre a segunda Guerra, especialmente a capa do jornal O Globo anunciando o fim do conflito com a rendição doa alemães.

 

 

O pátio externo do forte é um mirante deslumbrante, de onde é possível  observar as principais montanhas da cidade do Rio de Janeiro, o contorno das praias até o Forte de Copacabana, além dos bairros de Niterói banhados pela baía de Guanabara. É de tirar o fôlego.

Fortaleza de Santa Cruz
Estrada Eurio Gaspar Dutra, s/n, Jurujuba-Niterói
Tel: 710-7840/711-0166
Visitas: diariamente de 9 às 17 hs

Forte de São Luiz/ do Pico/Rio Branco
Alameda Marechal Pessoa Leal, nº 265, Jurujuba-Niterói
Tel: 710-7840
Visitas: sábados, domingos e feriados de 9 às 17hs

Além desses Fortes, é possível visitar também o Forte Duque de Caxias, no Leme (ótimo para realizar piquenique) e a Fortaleza  da Conceição , no Centro. A Fortaleza de São João, na Urca, recebe visitas agendadas, geralmente de grupos de escolas.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Dicas de Viagem, Dicas gerais, Rio de Janeiro

4 Respostas para “Os fortes que protegem o Rio de Janeiro

  1. O Forte de Copacabana realmente é um passeio incrível. Já fomo em várias ocasiões e todas valeram muito a pena.
    Já fizemos a visita guiada na Fortaleza de São João e também é uma passeio ótimo.
    Ainda não fomos nos Forets de Niterói mas tenho muita vontade de levar as minhas filhas.
    Ótimas as suas dicas.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    • Chris, quando puder vá lá fazer a visita aos fortes de niterói. vale muito a pena. depois, leve as crinças para almoçar ou tomar um sorvete na orla da praia de São Francisco. Tem ótimos lugares. QQ dúvida faça contato. bjs

  2. A Fortaleza de Santa Cruz, em Jurujuba é sem dúvidas um dos meus lugares preferidos… incrível e recheado de lendas, é uma ótima opção pra quem quer passar um dia agradável e cheio de histórias para ouvir e contar.
    Fiz um post especial, sobre o lugar!
    http://www.oatelievirtual.com.br/2011/02/02/fortaleza-de-santa-cruz-da-barra-um-pedaco-de-nossa-historia-logo-ali-em-niteroi/

    Abraços,

    Flavia Ferreira
    O Ateliê Virtual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s