Os reinos da Disney

Apesar de existirem vários parques em Orlando, quando falamos que vamos visitar a cidade acabamos falando o quê: vamos pra Disney! Não tem jeito, a mágica Disney é imbatível. Por isso, para começar a jornada, sempre acho que devemos começar pelo início de tudo: o Magic Kingdom.

O parque, o primeiro a ser inaugurado no Disney World Resort, abriu suas portas em 1971 e era a menina dos olhos de Walt Disney, apesar dele já ter experimentado o sucesso de 16 anos do original parque da Califórnia. A ideia era tornar reais as histórias infantis consagradas no cinema e trazer à vida os personagens mais queridos do grupo: Mickey, Minnie, Pateta, Donald, Pluto e cia.

A receita deu mais do que certo, quando entramos no parque e vemos o castelo da Cinderela ao fundo, é difícil controlar a emoção. O parque tem atrações para todas as idades e, o mais fascinante, é que alguns brinquedos  estão lá desde a inauguração e continuam encantando os visitantes.

Ao entrar no parque, percorremos a Main Street  (uma rua repleta de lojinhas estilizadas como uma pequena cidade americana do início do século passado). Logo na entrada pegue o seu mapa (agora existe uma versão em português) para planejar o caminho que você vai trilhar durante o dia e ver os horários das paradas e shows. pegamos os parques ainda com decoração de natal. Olha que lindo!

As áreas do parque são:   Adventureland ( terra das aventuras como “Os Piratas do Caribe), Frontierland ( replica do Velho Oeste, onde está a uma das atrações mais cobiçada a “Splash Mountain”),  Liberty Square ( lugar que relembra episódios da história americana e abriga a “Haunted Mansion”, casa assombrada!!!), Fantasyland (lugar onde estão as atrções principais envolvendo os personagens Disney) e Tomorrowland (terra com atrações futurísticas).

Obs: no segundo semestre de 2012 será inaugurada uma nova área no Fantasyland dedicado às princesas Disney.

Fast pass

O Fast pass é um grande aliado para você evitar as grandes filas das atrações mais cobiçadas. Em cada atração existe uma máquina de auto-atendimento, onde você coloca o seu ingresso e retira o passe para voltar ao brinquedo em um horário pré-estabelecido sem precisar entrar na fila normal. Mas, preste atenção, uma vez que você retira um Fast pass, você só poderá retirar outro duas horas depois (em alguns parques 3 horas). Além disso, existe um limite de passes que são distribuídos por dia, logo nas atrações mais populares, geralmente a distribuição é encerrada no meio da tarde.

Eu recomendo que ao entrar no parque você siga direto para a atração mais popular para ver se ela já está com muita fila ( se não estiver, vá logo neste brinquedo e use o Fast Pass para repeti-lo  mais tarde ou siga para outro brinquedo concorrido para usar a mesma estratégia). Pode parecer complicado, mas depois que você pega a manha, você não vai se arrepender. Na medida em que eu for descrevendo os parques eu sinalizo para vocês quais são as atrações nas quais o Fast pass vale ser retirado ( geralmente 4 ou 5 atrações em cada parque).

No Magic King Kingdom vale pegar o Fast Pass nas seguintes atrações:

Splash Mountain– queda de  um barquinho dentro de um lago onde além da emoção todos ficam molhados. Na entrada do brinquedo há uma loja que vende capas de chuvas do Mickey daquelas para enfiar na cabeça feito um poncho. Vale comparar e carregar em todos os parques, por que sempre terá uma atração que molha.

Big Thunder Mountain Railroad – pequena montanha russa uma mina de ouro do velho oeste.

Peter Pan’s Flight– voo pelos cenários do filme de Peter Pan como se estivesse fazendo parte da turma.

 

Space Mountain – Montanha russa que simula o voo de uma nave espacial. O grande charme é que é tudo em ambiente fechado no escuro.

Buzz Lightyear’s Space Ranger Spin– aventura que simula os desenhos de Buz Lightyear, onde você embarca em uma nave espacial e tem que atirar nos inimigos.

Todos estes estão na mina lista de favoritos, mas ainda há uma série de atrações imperdíveis como o Piratas do Caribe, a Casa Mal Assombrada ( que sofreu recentes reformas, Vá pelo caminho do cemitério. Tem várias brincadeiras interativas no caminho.), o  Mickey’s PhilharMagic ( filme em 3-D apresentada por Mickey. Adoro!!!!), o carrosel da Cinderela, o Mad Tea Party ( xícaras do chá da Alice que rodam  sem parar)  etc., etc, etc.

Todos são fantásticos!!!!!

Outro momento de filas grandes é o de encontro com personagens. No mapa do parque um ícone com uma luva do Mickey mostra os lugares onde os personagens aprecem durante o dia para dar autógrafos e tirar fotos. Cada personagem tem uma  entourage para organizar a fila e fotógrafos oficiais do parque para tirar as fotos. Estas filas podem ser enormes. Portanto se seu pequeno faz questão da foto e do autógrafo esteja preparado. Se você estiver hospedado em Hotéis do Complexo Disney, utilize as Horas extras “Extra Magical Hours”, quando as filas são bem menores. Foi só assim que consegui tirar a foto com a turma do Mickey.

Os fotógrafos oficias que estão espalhados pelo parque e Tb tirando fotos nos locais de encontro com personagens vão te dar um cartão magnético “Photo Pass”. Se você mostrar este cartão em qualquer parque da Dsiney, eles passam o mesmo em um leitor de código de barras e suas fotos ficarão armazenadas em um banco de dados único. No Guest Center de qualquer parque da Disney você pode pedir para ver as fotos e comprá-las na hora. Mas, se prefeir, vc pode ver tudo com calam depois que voltar de viagem no site do Foto Pass e comprar on-line.

Uma dica:  estes fotógrafos são super gentis e nunca se recusam a tirar fotos com as máquinas dos visitantes do parque. As fotos ficam ótimas e é uma boa oportunidade para você ter foto do grupo completo.

Além dos brinquedos, há uma série de eventos no parque, como o A Dream Come True Parade,  o famoso desfile dos personagens em carros alegóricos e a Main Street Eletrical Parade, que acontece a noite antes do espetáculo de fogos de artifício.  O show noturno é dividido em duas partes : The Magic, The Memories and You – com imagens de alta definição projetadas no Castelo da Cinderela produzindo efeitos especiais incríveis – e o Wishes – show de fogos de artifício coordenados com trilha sonora dos filmes Disney. É difícil segurar as lágrimas. Mesmo que os pequenos demontrem sinal de cansaço, vale a pena o esforço. O show é único! Veja o vídeo colocado no Youtube pelo site Inside the magic.

 Hora da refeição

Os parques da Disney tem uma série de barraquinhas com pipoca, sorvetes do mickey ( um clássico!), pretelzs, etc.  São várias opções de lanchonetes e restaurantes de refeições rápidas, mas optamos por almoçar no Palácio de Cristal, “Crystal P alace“, que oferece um buffet bem gostoso, com opções variadas e uma seção só de pratos infantis e sobremesas. O melhor é que você almoça com a turma do ursinho Pooh.  Enquanto você almoça, os personagens passam de mesa em mesa para  tirar fotos e dar autógrafos  e , ao final, eles organizam uma parada, onde as crianças podem segui-los dançando. É bom fazer reserva. Fizemos a nossa pela internet no site do resort Disney. Mas, também é possível reservar uma mesa na entrada do parque no centro de visitantes. O restaurante fica no fianl da Main Street à esquerda, e tem um bela vista para o castelo da Cinderela.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em EUA, orlando

Uma resposta para “Os reinos da Disney

  1. Anabela

    Olá! Tudo bem?

    Adorei o blog!

    Gostaria de entrar em contato para fazer uma proposta interessante para o blog.

    Aguardo seu retorno.

    Grata,
    Anabela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s